Cursos/Oficinas
Ministrantes

OS ACORDES E AS LEVADAS
DO VIOLÃO DE LÔ BORGES E
BETO GUEDES

Nos anos 1970 especiamente nos trabalhos de gravação a partir do álbum Clube da Esquina há 50 anos, havia uma forte intenção dos músicos mineiros de misturarem sons acústicos e elétricos numa mesma faixa de um artista. Os violões e os pianos da década anterior que tinha como auge a bossa nova aliados às guitarras e teclados do rock, foram um dos principais fatores que caracterizaram e imortalizaram a música mineira da época.


Poucos seguidores no entanto, partiram para este resgate – além da instrumentação, a harmonia – de conhecerem profundamente os conceitos, acordes e progressões de violão e guitarra além das levadas rítmicas, como Tattá Spalla.


Em sua trajetória musical em Belo Horizonte, Tattá tirava as músicas dos discos de ouvido com maestria, procurando extrair o som original dos instrumentos. Alguns clássicos do Clube da Esquina são apresentados pelo ministrante com voz e violão de aço, canções de Lô Borges e Beto Guedes (os rockeiros do grupo).


Ao final da oficina Tatta Spalla conversa com Toninho Horta, relembrando fatos históricos e conceituais da música mineira que voou além das montanhas. Hoje a obra do Clube da esquina é conhecida e admirada em grandes centros musicais no exterior.

Tatta Spalla.jpg

Foto: Divulgação

TATTA SPALLA

(Músico convidado - MG)

 

Tatta Spalla é produtor musical, compositor, guitarrista e cantor.

 

Estreou na sala Ceschiatti (Palácio das Artes) em 1984. Em seguida, a convite de Lô Borges, viajou pelo Brasil na tour “Solo”. Integrou a banda de Seu Jorge por 6 anos e gravou o CD “Samba Esporte Fino”. De lá pra cá viajou para os EUA e Europa. Tem 4 álbuns gravados, sendo o último gravado e lançado na Europa, com o “Trio Fala Brasil”, Tatta tem músicas gravadas nas vozes de Cássia Eller, Paula Lima, Sérgio Mendes, Seu Jorge e outros artistas.


Produziu CDs de Marina Machado, Rose Brant, Rodrigo Borges, Toninho Horta, Rodrigo Moreira, Bianca Luar, Pedro Praskasho. É parceiro de Sérgio Ricardo, Seu Jorge, Márcio Borges, Luis Carlos Sá, Brenda Russel, Paulo Ricardo, Jon Anderson (Yes), Toninho Horta dentre outros.

 

Em 2019 gravou, como violonista, o CD “Vendedor de Sonhos” de Fernando Brant. Em 2020, convidado por Tatyana Rubim, compós as trilhas dos episódios da web série “Quarentenas” e a trilha do “6º Prêmio Sinparc de Artes Cênicas”.